Ir para o conteúdo

Grupo Moura anuncia instalação de fábrica no Polo Industrial de Manaus

A unidade vai produzir baterias destinadas a carros elétricos, entre outros produtos

Representantes se reuniram na sede da Suframa

Os efeitos do texto aprovado no fim do ano passado, em relação à Reforma Tributária - que mantém os benefícios e a competitividade da Zona Franca de Manaus (ZFM) até 2073 -, continuam a atrair grandes investidores para a Amazônia. Esta semana, foi a vez do Grupo Moura anunciar a instalação de uma fábrica no Polo Industrial de Manaus (PIM) para produção de baterias destinadas a carros elétricos, entre outros produtos.

A proposta foi apresentada na quinta-feira (11), na Suframa, durante reunião entre o titular da pasta, Bosco Saraiva, e os diretores do Grupo Moura Moacyr Freitas (Pessoas e Organização) e Eduardo Abath (Financeiro). Eles falaram sobre os projetos de expansão da empresa, que tem negócios em Pernambuco e São Paulo, e as perspectivas de novos empreendimentos na Amazônia Ocidental, atraídos pelos benefícios fiscais.

Outra novidade, prevista para ser implantada na capital amazonense, é o Sistema de Armazenamento de Energia. A ideia também está na fase de estudo e deve ser executada por meio de projeto de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I), com recursos oriundos da Lei de Informática. A alta carga tributária que incide hoje sobre os produtos fabricados em Pernambuco, também motivou o interesse dos empresários a vir conhecer a ZFM e, inclusive, localizar áreas da cidade para instalação da planta fabril.

“Estamos na fase de estudo e já contratamos uma consultoria para nos auxiliar na questão”, adiantou o diretor Moacyr Freitas.

O superintendente Bosco Saraiva destacou a iniciativa do Grupo Moura e ressaltou que a Suframa está de "portas abertas" para receber todos aqueles que projetam novos negócios na região, com a criação de oportunidades, mais empregos e investimentos em pesquisa.

“A vinda do empresariado aqui com a gente vai ao encontro de uma das propostas da nossa gestão que são postas em práticas todos os dias na Suframa, ou seja, facilitar o andamento do processo, desburocratizar e também devolver a confiança aos nossos servidores. Nossos técnicos estão a postos para a receber os projetos, analisá-los e dar o devido andamento para que possam ser executados da forma mais transparente possível”, salientou Bosco Saraiva, que participou da reunião, acompanhados dos superintendentes adjuntos Waldenir Vieira (Desenvolvimento e Inovação Tecnológica) e Leopoldo Montenegro (Projetos).

Referência

O Grupo Moura foi criado em 1957, na cidade de Belo Jardim (PE), e com ele a Baterias Moura, que hoje é referência no segmento de acumuladores na América do Sul. O projeto foi uma iniciativa do casal de engenheiros químicos Edson Mororó Moura e Conceição Moura.

Além do negócio de baterias, a corporação também atua na área da construção civil e no impulsionamento do empreendedorismo social.

Publicidade TCE
Publicidade UEA
Publicidade CMM

Mais Recentes