Ir para o conteúdo

Justiça Federal mantém prisão do prefeito de Borba

Simão Peixoto foi preso após operação que apura manipulação de testemunhas em investigação sobre desvios de recursos públicos

Simão Peixoto

A Justiça Federal no Amazonas manteve a prisão do prefeito de Borba, Simão Peixoto. Ele se entregou à Polícia Federal, na terça-feira (9), após ser alvo a Operação "Voz do Poder", que apura a manipulação de testemunhas em investigação sobre desvios de recursos públicos destinados à compra de merenda escolar no ano de 2020, durante a pandemia do Covid-19

A audiência de custódia foi realizada nesta quarta-feira (10). Como já havia um mandado de prisão contra ele, o ato só foi para verificar se seus direitos foram assegurados. O ato foi presidido pela juíza Ana Paula Podedworny.

A magistrada determinou que o prefeito fique detido em uma sala isolada de uma unidade prisional da capital e que a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) providencie uma dieta sem lactose para o mesmo, assim como todos os remédios de uso contínuo do político.

Essa é a segunda detenção de Simão Peixoto em menos de um ano. Em março de 2023, ele foi preso preventivamente, pelo Gaeco, em Manaus, pelos crimes de ameaça, desacato difamação e restrição aos direitos políticos em razão do sexo, cometidos contra a vereadora Tatiana Franco dos Santo.

Publicidade TCE
Publicidade UEA
Publicidade CMM

Mais Recentes