Ir para o conteúdo

'Que o Caprichoso seja esplêndido', diz norueguês que foi a Parintins conhecer o boi

O casal se encantou com a riqueza cultural e a beleza artística do boi azulado. Eles marcaram presença na Festa de Lançamento do Tema 2024 e puderam sentir de perto a energia e a emoção da nação azul e branca

Registro feito em Parintins - Foto: Dani Reis

Encantado com o Boi Caprichoso, o turista norueguês Andreas Ervig, 40 anos, acompanhado da esposa brasileira, Thaís Branco, 32 anos, visita Parintins para conhecer de perto a festa azul e branco que conhecia apenas pela internet e pelo depoimento empolgado da cônjuge. Eles estão ansiosos para assistir de perto a apresentação do bumbá pela primeira vez no bumbódromo. A matéria é do CNA7.

O casal se encantou com a riqueza cultural e a beleza artística do boi azulado. Eles marcaram presença na Festa de Lançamento do Tema 2024 e puderam sentir de perto a energia e a emoção da nação azul e branca bicampeã de Parintins. Com o anúncio da temática, Andreas tem grande expectativa para a apresentação do Caprichoso no Festival Folclórico de 2024. “Espero que o Caprichoso seja esplêndido”, destaca o norueguês. Thaís é paraense e revela que pela primeira vez vai assistir o Caprichoso ao vivo na arena com o esposo. “Espero algo grandioso na arena, padrão Caprichoso”, disse.

O norueguês revelou como conheceu o Boi Caprichoso: “Foi através da Thaís, que acordou às 2h da madrugada para assistir o Caprichoso se apresentando, e com isso eu comecei a acompanhar”, conta. Andreas destacou a grandiosidade das alegorias como algo que o impressionou bastante, fazendo com que ele tenha vontade de participar do festival. Thaís acrescentou que aprecia a customização das alegorias, das indumentárias e a incorporação das características indígenas e danças no festival.

Andreas Ervig e Thais Branco estiveram pela primeira vez na Ilha Tupinambarana em 2022 para participar da festa de aniversário do Boi Caprichoso e retornaram este ano para celebrar os 110 anos do bumbá. Eles prometeram retornar no período do Festival Folclórico para assistir e se emocionar com o Touro Negro de Parintins.

Publicidade BEMOL
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade UEA

Mais Recentes