Ir para o conteúdo

Dito & Feito - A ELEIÇÃO NO TEMPO DA IA

Pré-campanha tem suspeita de adulteração de áudio. Caso David Almeida é um deles

Charge do Mário Adolfo

Aperem os cintos porque a campanha eleitoral para as eleições municipais de 2024  poderá ser marcada por Fake News 2.0.

Mas, dessa vez, a coisa é bem pior, porque  a oito meses do pleito a desinformação se espalha e a pré-campanha já tem suspeita de adulteração de áudios em pelo menos três estados e o Amazonas é um deles.

O alerta foi feira pelo jornal O Globo que cita o caso envolvendo o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), candidato a reeleição. “A temporada de fake news eleitoral já começou no país, mas com uma modalidade de conteúdo ainda mais difícil de ser identificado. Em ao menos três estados — Amazonas, Rio Grande do Sul e Sergipe —, a polícia investiga suspeitas de uso de inteligência artificial (IA) para criar áudios falsos de prefeitos que devem tentar a reeleição e de um deputado federal envolvido na pré-campanha da mulher chefe de executivo municipal, que também deve buscar a recondução ao cargo”, alertou o jornal.

Deepfake’, o que é isso?

A técnica de adulteração de sons e de vídeos é conhecida como ‘deepfake’, no qual o tom, o timbre e até o jeito de alguém falar é recriado artificialmente. “Assim, ao receber uma gravação pelo WhatsApp, o eleitor reconhece a voz do candidato e acredita que o político disse algo que, na verdade, não disse”.

O caso David

Um dos casos citado pela reportagem é o do prefeito de Manaus.

David Almeida  denunciou à Polícia Federal (PF) ter sido alvo de ‘deepfake’ no fim do ano passado.

“Professor vagabundo”

No áudio atribuído a ele, a voz do prefeito, emulada por Inteligência Artificial, trata os professores da rede municipal de ensino de “vagabundos” e diz que os servidores “querem um dinheirinho de mão beijada”.

Áudio manipulado

O áudio manipulado foi divulgado em meio ao protesto de profissionais pelo pagamento de abono oriundo de sobras do Fundeb.

Almeida diz que o áudio é falso e tem o objetivo de criar indisposição com a categoria em ano eleitoral.

*

“O que mais tem é professor vagabundo que quer o dinheirinho de mão beijada. Eu não paguei o Fundeb, mas o povo esquece, tu vai ver”.

Crime eleitoral

A armação que tentou fritar David Almeida diante da opinião pública vem sendo tratado como uma espécie de laboratório pela PF, que viu suspeitas de crime eleitoral e, por isso, assumiu as investigações.

*

“A ideia é usar o caso como modelo para eventuais apurações futuras relacionadas às disputas municipais deste ano”, informa O Globo.

Munipulação por  IA

Desde que o inquérito foi instaurado, no último dia 22, dois suspeitos já foram ouvidos.

Além disso, foi feita uma perícia no arquivo digital que constatou a manipulação no áudio.

Cantiga de roda

O nome do PT para disputar a prefeitura de Manaus está parecendo aquela velha cantiga de roda – “esse quero/ esse não quero/ esse come ovo choco/  esse come requeijão...”

*

Sai, porque todo nome que surge o comando do partido detona.

Descartáveis

Na cornetagem petista já lançaram candidatos a prefeito de Manaus o ex-deputado federal Zé Ricardo, o ex-deputado federal Francisco Praciano e até o ex-senador João Pedro – que nem pode pois seu título de eleitor ainda é de Parintins.

Pensa em mim

Pelo andar da carruagem, quem vai acabar sendo candidato mesmo é o presidente da sigla,  Sinésio Campos.

Me chama que eu vou

Ao redator de D&F, por telefone, Sinésio garantiu que não quer forçar a barra, mas admitiu que seu nome está cotado.

— Se o partido quiser eu vou. Sou soldado! – respondeu o pequeno gigante.

Papai eu quero!

De pai pra filha: Sinésio emplacou a filhota, Dionísia Campos, no governo

E por falar em Sinésio, o deputado acaba de emplacar a filhota Dionísia Soares  Campos no cargo de superintendente de Agricultura e Pecuária do Amazonas.

Dizem que o Q.I (Quem Indica) da moça é obra do senador Omar Aziz.

Mas fontes garantem que o pequeno gigante fez um pedido pessoal ao presidente Lula

Para onde vou?

O ex-deputado Dermilson Chagas (Podemos) está avaliando que caminho deverá tomar nas eleições Municipais de outubro.

Ou se candidata a vereador ou acolhe o convite feito pelo prefeito de Iranduba, Augusto Ferraz, para disputar o cargo de vice-prefeito.

Dermilson Chagas: vice-prefeito de Iranduba ou vereador

Melhor ficar aqui

É evidente que, por sua representatividade e peso político – Dermilson foi o último aliado do governador Amazonino Mende –, o ex-deputado deverá optar em permanecer na capital onde terá mais visibilidade e foco para chegar quem sabe a deputado federal, em 2026.

Cutuca, Wilker!

A denúncia feita pelo deputado estadual Wilker Barreto (Cidadania) surtiu efeito.

O parlamentar colocou a boca no trombone e alardeou que

que 35 leitos do Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), no 4º andar estavam fechados (pasmem!) por falta de médicos.

Ainda bem

A boa notícia é que os leitos foram reativados depois da cutucada de Barreto.

—Graças à minha denúncia, vamos dar um pouco mais de dignidade e decência no atendimento ao povo amazonense.

Agora vai!

Wilker lembrou que a partir de agora são mais 35 leitos retomados, fora a rotatividade, já que eles são usados para retirar pessoas dos prontos-socorros.

— É esse o nosso trabalho –, afirmou o deputado.

Racismo nunca mais

Projeto do deputado estadual Roberto Cidade (UB),

presidente da Assembleia Legislativa, institui um protocolo de atuação antirracista e combate à discriminação racial nas unidades de ensino no Estado.

*

— O combate ao racismo e à discriminação racial é um compromisso inegociável em uma sociedade que valoriza a igualdade, a dignidade humana e a diversidade cultural ם, disse Cidade.

Livres de preconceito

.

A proposta está na Comissão de Educação (COED), da Aleam, e deve ir ao plenário no retorno dos

trabalhos legislativos.

*

— Precisamos promover medidas eficazes para garantir um ambiente educacional inclusivo, em que os

estudantes aprendam e cresçam livres de preconceitos e

estigmatização, reforçou o presidente da Aleam.

ÚLTIMA HORA

PÉ-DE-MEIA! – Governo Lula lança bolsa de R$ 9.200 por aluno para permanência de estudantes no Ensino Médio

Lula lança o programa Pé-de-Meia, bolsa para manter alunos de baixa renda na escola

Cumprindo a promessa de campanha de eu investiria cada vez mais na Educação, o presidente Lula (PT) assinou, na manhã de sexta-feira (26), um decreto que regulamenta o Programa Pé-de-Meia, uma iniciativa voltada para a concessão de uma bolsa de permanência no ensino médio a 2,5 milhões de alunos de baixa renda, com renda familiar de até R$ 218 por pessoa.

O principal objetivo do programa é reduzir as taxas de evasão escolar, proporcionando um auxílio financeiro aos estudantes. O presidente destacou a importância de envolver a sociedade brasileira, especialmente pais e mães, no processo educacional.

— O que queremos é envolver, numa cumplicidade educadora, a sociedade brasileira e, sobretudo, envolver pais e mães no processo educacional –, afirmou o presidente.

*

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), o investimento anual no Programa Pé-de-Meia será de R$ 7,1 bilhões. A prioridade será dada aos integrantes de famílias inscritas no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico) e aos jovens beneficiários do Bolsa Família. A previsão do ministro Camilo Santana é que a primeira parcela seja paga a partir de março de 2024. >

ORGULHO

Um bom lugar:Com apenas 13 centavos de Euro você pode comprar uma casa em legrad, na Croácia

A cidade de Legrad, na Croácia, autoridades locais estão vendendo casas por apenas 13 centavos de euro – equivalente a 70 centavos de real. É mais barato do que um chiclete!

Legrad é uma cidade rural, situada às margens do rio Drava, com praias fluviais e muita área verde para aproveitar. A comunidade, que conta atualmente com apenas 2 mil habitantes, deseja atrair novos residentes para a região e aumentar a população. Três famílias já se mudaram para lá desde o início do programa e todas receberam um novo membro durante a sua mudança, aumentando o número de crianças na região. A

VERGONHA

Perguntar não ofende: onde está a água neste igarapé de Manaus?

Os números são preocupantes. A seca extrema que atinge o Amazonas neste ano, resultado de fatores como desmatamento, mudanças climáticas e o fenômeno El Niño, expõe um outro problema vivido na região: um déficit de saneamento básico. Em todo o Estado, apenas 14,6% da população tem atendimento com rede de esgoto, segundo dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) de 2021. Manaus está entre os 20 piores municípios no ranking de saneamento básico entre os 100 maiores, conforme relatório do Instituto Trata Brasil, organização da sociedade civil, com base no SNIS. Apenas 25,5% da população era atendida pela rede de esgoto em 2021. Isso significa que três em cada quatro cidadãos que vivem na capital amazonense não possuem rede de esgoto em suas casas.

Publicidade TCE
Publicidade UEA
Publicidade CMM

Mais Recentes