Ir para o conteúdo

Dito & Feito: A Zona Franca de Manaus está dentro de todos os lares do Brasil

O senador observou que, como todos os parlamentares do Amazonas se comprometeram, a Zona Franca na atual reforma tributária está preservada

Charge de Mario Adolfo.

Na segunda  edição da Feira de Sustentabilidade do Polo Industrial de Manaus (FesPIM), em Brasília, o senador Omar Aziz (PSD-AM) disparou uma frase que traduz muito bem o potencial da Zona de Manaus que algumas autoridades do país fingem desconhecer.

— Não tem um lar no Brasil que não tenha um produto da Zona Franca de Manaus!

Dificilmente, continuou o senador, você não vai  ter lá uma televisão, um ar condicionado ou  uma moto   que não tenha sido  produzido na Zona Franca de Manaus.

؅ — Por sinal, o Amazonas, através de um esforço meu quando era governador,   ia  extinguir o polo de ar condicionado e a  gente conseguiu reverter. Hoje, Manaus é o maior polo produtor de ar condicionado do mundo. Não é do Brasil é do mundo! –, enfatizou Omar.

Longa vida

Omar Aziz observou que, como todos os deputados federais e senadores do Amazonas se comprometeram, a Zona Franca na atual reforma tributária está preservada e vai manter seus incentivos e sua  competitividade por um longo tempo!

PIM em números

O superintendente da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Bosco Saraiva, preferiu traduzir o sucesso do PIM em números.

De acordo com o ex-deputado federal, nos primeiros cinco meses de 2023, o PIM faturou mais de R$ 72 bilhões, gerando uma média de 108 mil empregos.

*

— Nossa diretriz é produzir renda para a população local e, em paralelo, minimizar os impactos ambientais, garantindo a permanência da ‘floresta em pé’ em benefício da humanidade –, diz Saraiva.

O que fala mais alto

Quem também alfinetou aqueles que ignoram a importância da ZFM foi José Alberto da Costa Machado, ex-coordenador geral de estudos econômicos e empresariais da Suframa.

*

Para isso, apenas revelou o faturamento anual do modelo:  cerca de R$ 180 bilhões.

Tentam enfraquecer

Mesmo assim, observa José Alberto, os brasileiros e a maior parte dos agentes políticos federais “desconhecem e atuam para enfraquecer a ZFM e a política pública que lhe deu origem”.

—  Mostrá-la na capital federal é uma excelente oportunidade para torná-la mais conhecida e respeitada –, disse.

Acidente de percurso

E por falar em Reforma Tributária, o relator Eduardo Braga viveu um verdadeiro inferno astral no  início do trabalho.

Logo na largada o  senador sofreu  um pequeno acidente de percurso.

*

Com cerca de 15 dias na função de relator, machucou o joelho ao desembarcar pelas escadas de um avião em São Paulo, onde falaria à Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

A força de Sandra

A torção necessitaria de cirurgia, mas para evitar um repouso forçado, Eduardo Braga passou a fazer sessões semanais de fisioterapia e seguir nas agendas com dores.

*

Para isso, contou com ajuda familiar da esposa e primeira suplente, Sandra Braga, para cumprir agendas das 8h à meia-noite.

Cadeira de rodas

Ao longo desses meses, foi às agendas usando cadeira de rodas, bengala e mais recentemente sem ajuda de tecnologia assistiva.

Mais Vida ao Centro de Manaus

Presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus (CDLM) Ralph Assayag visitou a Câmara Municipal de Manaus, nesta quarta-feira (8), para apresenta, projeto de revitalização do Centro de Manaus que, como todos sabem, está em completo abandono e muito perigoso para quem transita à noite.

*

A preocupação do CDLM é levar mais segurança aos lojistas e clientes. Atualmente, nas ruas do Centro há um grande número de moradores em situação de rua.

Drogas e insegurança

Ralph Assayag fez uma explanação sobre a situação do Centro da cidade, apresentando ao vereadores questões sensíveis como a insegurança, tráfico de drogas, pessoas em situação de rua e a ocupação desordenada das calçadas.

Albergue para mendigos

Para dar segurança ao Centro da cidade, o presidente do CDLM apresentou projetos de  curto, médio e longo prazo.

Entre eles a construção de um albergue e a revitalização de prédios antigos para abrigar até 200 pessoas que moram nas ruas.

*

Ralph conclamou o envolvimento de todas as esferas de poder para garantir melhorias no Centro de Manaus.

Sombras e perigos

A verdade é que se não fosse a programação do teatro Amazonas e bares como o Bar do Armando, Casario e Caldeira e p entrono do Largo de São Sebastião, o Centro da cidade estaria completamente  mergulhado nas sombras e nos perigos da noite.

Combate ao fogo

O governador Wilson Lima apresentou, nesta quarta-feira (08), o plano de implantação do Grupamento Integrado de Combate a Incêndio e Proteção Civil (GCIP).

O programa deve ser totalmente implantado até o primeiro semestre de 2024.

*

Inicialmente, o grupamento atenderá 21 municípios que, atualmente, representam 92% dos registros de focos de calor no estado.

De olho no futuro

Segundo Wilson Lima, o planejamento que integra as ações do Comitê Intersetorial de Enfrentamento à Situação de Emergência Ambiental já prepara o Amazonas para enfrentamento de ocorrências futuras.

*

Especialmente àquelas ligadas aos fenômenos climáticos que, de acordo com especialistas, devem se tornar cada vez mais comuns ao longo das próximas décadas.

Tirando da reta

Os paraenses não gostaram nada de saber que no fumacê que encobriu Manaus nos últimos dias já tem neguinho empurrando a responsa pro rumo do estado vizinho.

É que tanto o Ibama quanto governo do Amazonas atribuem a responsabilidade a estados como o Pará, e também a queimadas na região metropolitana de Manaus.

Fumaça lá, fumaça aqui!

A verdade é que nos seis primeiros dias de novembro, o Pará registra 1.916 focos de calor na Amazônia, segundo dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Já no  Amazonas, no mesmo período, foram 116 focos.

*

Em outubro, os satélites usados pelo Inpe registraram 11.378 queimadas no Pará e 3.858 no Amazonas.

VAI PRA CASA BOLSONARO! – Obcecado em atrapalhar o governo de Lula, o inelegível Bolsonaro acaba prejudicando o Brasil

Bolsonaro: continua está obcecado em destruir Lula e acaba destilando ódio

Ainda não caiu a ficha do  capitão Jair Bolsonaro que ele perdeu a eleição e tem que parar de encher o saco e deixar o presidente Lula governar.

Empenhado pessoalmente em derrotar o governo Lula  Reforma Tributária, o candidato derrotado e inelegível

disparou , nesta terça-feira (7) telefonemas a diversos senadores de oposição para pedir que votem contra a proposta, um dos pilares da gestão de Fernando Haddad no Ministério da Fazenda. Na ânsia de tentar atrapalhar Lula, o descompensado acaba prejudicando o Brasil. E depois ainda vem com o papo de que “eu não quero derrotar o Lula. Eu quero é ajudar o Brasil”

—  Nada do que vem desses caras pode ser bom. Desta forma eu agi ao longo dos meus 28 anos de parlamento [quando foi deputado federal], e acertei 99,99% das vezes –, afirma.

Agora, que estiver lendo esta coluna responda depressa, sem pestanejar: Qual o projeto relevante de Jair Bolsonaro em quase 30 anos na  Câmara dos Deputados? Nenhum! Ele sempre pertenceu a Baixo Clero e, por ser violento, agressivo, antiético, transgressor, homofóbico, xenófobo e preconceituoso,  nunca foi levado a sério.

Já deu, vai pra casa Bolsonaro!

ORGULHO

Lewis Hamilton: pit stop para uma foto com o garoto Cadu

Lewis Hamilton provou que é bom de volante e de coração. Em visita a São Paulo, o piloto de F-1 parou na rua para a alegria de um menino brasileiro que tem paralisia cerebral e é fã do britânico. Mais do que parar, o piloto ainda posou para fotos com o pequeno Cadu Campos. A mãe Andréia, super emocionada, descreveu nas redes sociais e postou o vídeo com a cena.

— Hoje viemos tentar ver o Lewis, ídolo do Cadu, mesmo que de longe. Ele passou, viu o meu filho, desceu do carro e disse ‘picture’ [foto em inglês]. Eu fiquei tão nervosa que mal consegui ligar a câmera, chorei tanto abraçada com o Cadu… Para uma mãe, isso é amor puro –, reagiu Andréia.

VERGONHA

O balneário de Camboriú e bonitinho na fachada de seus prédios, nos prédios modernos e na beleza de suas praias. Mas extremamente violento no comportamento de uma elite de direita, violenta, homofóbica e racista  que habita suas ruas. É lá que a  Polícia Civil investiga um caso de agressão a uma drag queen que repercutiu nas redes sociais nos últimos dias. Imagens mostram a artista levando socos e chutes de um grupo de homens na Avenida Atlântica, após a Marcha pela Diversidade promovida no domingo (5). O vídeo que circula pela internet exibe o momento em que a vítima, de 36 anos, leva um chute, cai no chão, e continua sendo agredida pelos envolvidos diante de outras pessoas, em uma das avenidas mais movimentadas do município. Testemunhas que estavam no local intervieram e impediram que as agressões continuassem. Uma vergonha nacional. Atpe quando?



Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes