Ir para o conteúdo

Dito & Feito: DANI LI – Mistério na tragédia que matou a “Musa da Amazônia”

A artista não resistiu a complicações de uma cirurgia plástica de redução de mamas

Charge de Mário Adolfo

As causas da morte da cantora Dani Li, de 42 anos, seguem sendo investigadas na capital do Paraná, Curitiba. Conhecida como "A Musa da Amazônia", a artista foi enterrada neste sábado (27) em seu estado natal, Amapá, três dias após não resistir a complicações de uma cirurgia plástica de redução de mamas depois de apresentar quadro de escoliose.

Dani passou pelo procedimento na semana passada e seis dias mais tarde acabou falecendo em uma uma clínica de São José dos Pinhais, distante 16km de Curitiba e que não teria UTI. Por isso, a artista precisou ser levada para a capital. Segundo o site "Seles Nafes", o sobrinho da artista João Vitor Cordeiro afirmou que a equipe médica errou duas vezes na dosagem do sedativo para a cirurgia da tia famosa.

Suspeita de erro médico

De acordo com Vitor, primeiro, os profissionais teriam dado uma quantidade inferior, que fez Dani acordar durante a operação.

Depois, aplicaram outra dosagem, que acabou sendo em excesso.

— Ela meio que entrou em coma e teve que ser intubada –, disse.

Família quer a verdade

A defesa da família de Dani já esteve na Delegacia de Polícia Civil e no Conselho Regional de Medicina para entender os motivos que levaram ao óbito da intérprete de "Eu Sou da Amazônia".

*

Segundo o "g1", na sexta-feira, mesmo dia no qual ocorreu o velório da cantora, os advogados da família, Janderson Leal e Evelim Paes, pousaram em Curitiba para poderem acompanhar de perto a investigação.

Trágica semelhança

A morte precoce de Danielle Fonseca Machado guarda algumas semelhanças com o falecimento de outro músico: no começo de janeiro, o sertanejo João Carreiro não resistiu a uma cirurgia cardíaca, aos 41 anos.

Pacheco ouve Omar...

Depois da cobrança feita pelo senador Omar Aziz (PSD-AM), o  presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) anunciou que  vai pedir ao Supremo Tribunal Federal uma lista de parlamentares que foram monitorados pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

... E cobra lista da Abin

A informação também havia sido confirmada mais cedo pelo mesmo Omar Aziz (MDB-AM).

—"Pretendo oficiar ao STF para ter ciência de quais senadores foram clandestinamente monitorados –, disse Pacheco.

Ouça meu conselho

Na quinta-feira (25) Omar defendeu que Pacheco  (PSD-MG), deveria  solicitar a relação de políticos e outras figuras do poder, como ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que foram alvos de espionagem pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin) durante o governo de Jair Bolsonaro (PL).

A bandeira de Braga

A  viabilização definitiva do asfaltamento total da BR 319.;

Este será o principal foco do senador Eduardo Braga (MDB-AM) nos últimos quatro anos de seu mandato.

A garantia foi dada durante entrevista ao programa  Waldir Corrêa, da rádio Difusora.

— Vamos cobrar do governo federal o cumprimento do prazo do Grupo de Trabalho”, defendeu o senador.

Luta de 20 anos

Eduardo disse que a BR-319 é uma luta de mais  de 20 anos.

Luta esta que passou pelas secas de v 2005 e 2009, pela pandemia de Covid e agora mais uma vez, com a estiagem do ano passado.

— Não há mais dúvida que ela é essencial para o povo do Amazonas, Roraima e parte de Rondônia –, disse o senador.

O araponga de papai

O líder do chamado “escritório do crime”,  Carlos Bolsonaro (Republicanos), vereador do Rio de Janeiro e filho do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), é alvo de uma operação da Polícia Federal (PF) nesta segunda-feira (29).

*

A polícia faz buscas na casa e no gabinete do vereador na Câmara, em um desdobramento da investigação sobre a criação de uma “estrutura paralela” na Abin (Agência Brasileira de Inteligência) durante o governo Bolsonaro.

Al mare de jet ski

Enquanto a PF vasculhava a casa de Angra, Carlos estava passeando de jet ski com pai

A Polícia Federal (PF) também realizou buscas na casa, em Angra dos Reis, no litoral fluminense, onde Carlos passa férias ao lado do pai.

Quando os agentes chegaram ao local, o ex-mandatário e o filho haviam saído para um passeio de jet ski.

A Abin do Carlos

A nova etapa da Operação Vigilância Aproximada apura o monitoramento ilegal de autoridades desempenhado pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin) durante a gestão do ex-diretor-geral Alexandre Ramagem, que comandou o órgão no governo Bolsonaro.

*

Carlos Bolsonaro é um dos alvos da ação, que foi autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Banda do Gigante

A Banda do Gigante, que tem o deputado estadual Sinésio Campos (PT) como patrono, já escolheu seu tema e até elegeu a marchinha.

“Aqui não tem corte”, uma cutucada nos cortes de luz feita pela Amazonas Amazonas Energia é o tema da folia no reduto eleitoral  do petista, o bairro  São José, Zona Leste de Manaus.

Pedra no sapato

O tema da banda do Gigantes foi inspirado pela CPI da Amazonas Energia,  presidida por Sinésio.

Mesmo depois de chafurdar por mais de um ano nos problemas da distribuição de energia, Sinésio continua sendo a pedra no sapato da concessionaria.

Mãe Solo

De autoria do deputado estadual Roberto Cidade (UB), o Projeto Mãe Solo avança na Assembleia Legislativa.

A propositura visa incentivar a autonomia financeira das mães chefes de família por meio da inserção delas no mercado de trabalho.

Mãe Solo 2

De acordo com Cidade, o  programa pretende mobilizar empresas e estabelecimentos comerciais a disponibilizarem vagas de emprego às  mães solo.

— Além da inserção de mãe solo no mercado de trabalho, o programa vai combater a desigualdade salarial entre homens e mulheres – explica o deputado.

ÚLTIMA HORA

PARA INGLÊS VER – Wilson apresenta projetos sustentáveis à embaixadora britânica e destaca atuação do Reino Unido na Amazônia

Wilson e a embaixadora do Reino Unido no Brasil, Stephanie Al-Qaq

O governador Wilson Lima apresentou à embaixadora do Reino Unido no Brasil, Stephanie Al-Qaq, projetos desenvolvidos pelo Governo do Amazonas na área ambiental. O secretário estadual de Meio Ambiente, Eduardo Taveira partiu do encontro realizado nesta segunda-feira (29/01), em Brasília.

Wilson Lima destacou programas como o Água Boa; Guardiões da Floresta; Escola da Floresta, além das ações previstas no Programa Amazonas 2030, lançado durante a COP de Dubai em dezembro de 2023. O governador estacou o trabalho do Reino Unido no Amazonas, principalmente no âmbito de pesquisas científicas, e disse que busca novos investimentos.

— Reuni hoje com a embaixadora do Reino Unido, Stephanie Al-Qaq, aqui em Brasília, para discutirmos parcerias. O Governo britânico já investe em pesquisa científica no estado do Amazonas e quer fortalecer ainda mais a atuação na Amazônia –, afirmou o governador.

*

Durante a audiência, a embaixadora convidou o governador  para reuniões bilaterais na Inglaterra.

Wilson aproveitou para apresentar ações do Governo do Estado voltadas à sustentabilidade e conheceu mais sobre o AmazonFACE, principal projeto de cooperação científica entre Brasil e Reino Unido, executado no Amazonas por meio do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa).

ORGULHO

Agora vai: com passagem a R$ 200,00 só não viaja quem não quer

Agora é oficial. O programa Voa Brasil já tem data marcada para começar: no dia 5 de fevereiro, pouco antes do Carnaval. O projeto será oficialmente lançado, com uma cerimônia no Palácio do Planalto. O Voa Brasil é uma iniciativa do governo para assegurar viagens de avião com passagens por apenas R$ 200 reais. O preço fixo por trecho para qualquer cidade, não importa a distância. Os primeiros beneficiados serão os aposentados do INSS que ganham até dois salários mínimos e bolsistas do Programa Universidade para Todos (ProUni). No entanto, não pode ter viajado de avião nos últimos 12 meses conseguir o benefício.

VERGONHA

Lisboa: brasileiro sobe no telhado do aeroporto para fugir da deportação

Olha aí um brasileiro dando vexame lá fora.  Um homem que seria deportado para Belo Horizonte (MG) subiu no telhado do Aeroporto de Lisboa, em Portugal, causando interdição da área de chegadas de passageiros nesta segunda-feira (29). Ele se entregou sete horas depois. O brasileiro teve a entrada no país recusada – o motivo não foi divulgado. Ele chegou em um avião da companhia TAP Air Portugal. A fuga do homem dentro do aeroporto começou ainda na madrugada (horário local) e chegou ao telhado por volta das 11h (às 8h no horário de Brasília), através de uma placa solta no teto, de acordo com a TV RTP. O passageiro se entregou após sete horas de fuga. Os bombeiros posicionaram uma escada até o telhado e resgataram o homem.

Publicidade TCE
Publicidade UEA
Publicidade CMM

Mais Recentes