Ir para o conteúdo

Dito & Feito: Joana Darc flagra rinha de galos e é ameaçada de morte

Apesare de estar grávida, Joana não se intimidou e enfrentou o fanfarrão que continua tocando o terror nas redes sociais

Joana Darc - Charge de Mário Adolfo

A deputada Joana Darc (União Brasil)  flagrou uma rinha nacional de galos que vinha sendo realizada no  ramal do Pau-Rosa, localizado na BR-174, no Amazonas, após denúncia anônima à Comissão de Proteção aos Animais da Assembleia Legislativa do Amazonas (CPAMA).

De imediato, a “protetora dos animais” entrou em ação e  acionou o Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAMB), da Polícia Militar do Amazonas, e chegou de surpresa, apreendendo 80 galos – um deles já estava morto, outros cegos  –, e denunciou os rinheiros e acionou a Polícia Federal.

O galo é considerado um animal doméstico. Depois do desmonte da rinha, a parlamentar se tornou fiel depositária dos 80 galos resgatados na rinha. Inclusive, ressaltou a participação de pessoas de fora do Amazonas, que traziam seus animais para lutar até a morte em apostas de rinhas. O que a deputada não sabia é que alguns desse animais, treinados para a luta nas rinha custam até R$ 250 mil e por isso os infratores – boa parte vindo de estados do Nordeste –, estão desesperados pelo prejuízo e jurando a deputada de morte. Um deles chegou a postar nas redes sociais que “só não dá uma surra na deputada “porque ela está grávida”.

Um dos organizadores da rinha se chama Patrus Cartaxo e teria vindo da Paraíba.

Valentão

É ele que vem ameaçando a deputada de morte. Apesar de estar grávida, Joana não se intimidou e enfrentou o fanfarrão que continua tocando o terror nas redes sociais.

*

A deputada protocolizou uma notícia-crime na Superintendência Regional da Polícia Federal no Amazonas (PF), no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste de Manaus, contra as ameaças e intimidações que vem sofrendo de “rinheiros” (

Cria vergonha, deputado!

Entre os participantes da rinha de galo, estava o ex-deputado estadual de Roraima, Jeffereson Alves (União).

O ex-parlamentar foi flagrado durante a operação da Polícia Militar Ambiental e bomba já estourou no  estado vizinho.

É crime

Organizar ou participar de rinha é crime ambiental, definido no artigo 32 da lei federal 9.605/98.

Segundo o dispositivo, é considerado crime contra o meio ambiente "praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos".

Cadeia neles

De acordo com o artigo 50 da Lei das Contravenções Penais, aquele que "estabelecer ou explorar jogo de azar" poderá sofrer pena de detenção de três meses a um ano e multa.
O mesmo artigo estabelece que o apostador receberá apenas pena de multa.

Jurada de morte

Da tribuna La Darc pediu proteção do Assembleia, a da Polícia Federal e o apoio dos colegas de parlamento.

— Eu e minha família estamos sendo ameaçados de morte.

Preconceito

Joana Darc denunciou também  falas preconceituosas e de ameaças contra o filho dela, Joaquim de apenas três anos, portador da Síndrome de Down.

Prendam o homem!

Ao manifestar sua solidariedade a Joana,  em aparte ao seu pronun ciamento, o deputado Mário Cesar (UB) cobrou da polícia que o organizador da rinha, Patrus Cartaxo já era pra estar preso e se explicando “ na frente do delegado!”.

Segue a  ladainha da BR-319

Na abertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa, o presidente da Casa, Roberto Cidade, voltou a cobrar a  conclusão dos trabalhos da BR-319.

*

— Muitos falam que vão pavimentá-la e que ela vai voltar a ser trafegável, mas faz cinco anos que estou nessa Casa e todos os anos trato sobre o tema BR-319 porque ela nunca é, de fato, recomposta

E as pontes?

Cidade também cobrou o estabelecimento de prazos para a

conclusão das obras de reconstrução das pontes sobre os rios Autaz Mirim e Curuçá.

Chamando na responsa

E mais uma vez o presidente da Assembleia anunciou que convocar o superintendente do DNIT no Amazonas

— É preciso que ele venha aqui esclarecer como é que estão

as obras, em que fase está a reconstrução das pontes que caíram.

É muito dinheiro

O DNIT estima que a reconstrução das pontes vão custar aos cofres públicos R$ 44 milhões.

— É um valor exorbitante por um serviço que até hoje não sabemos de que forma está sendo conduzido –, cutucou Roberto Cidade.

Palpite infeliz

O deputado bolsonarista Dan Câmara (Podemos), na sua ânsia de bater no governo Lula,  foi infeliz ao se “inspirara” na frase do presidente da Câmara dos Deputado, Arthur Lira (PP-AL),  de que o dinheiro público não pertence a nenhum poder mas  é, sim, do povo.

Catita gulosa

O que Dan esquece é que Arthur Lira não é um que podemos chamar de “ bom exemplo” pois foi o que mais se locupletou do famigerado “orçamento secreto’ do governo Bolsonaro.

*

O presidente da Câmara  destinou por volta de R$ 357 milhões para emendas parlamentares nos últimos dois anos - fundos vindos do orçamento secreto.

Primeiro os meus

E foi justamente o dinheiro do orçamento secreto que ajudou a reeleger Lira.

O deputado federal do Progressistas teria dedicado todo esse valor a emendas destinadas a cidades do estado de Alagoas – originário de Lira. Os projetos presentes nesses ofícios englobavam os anos de 2020 e 2021.

ÚLTIMA HORA

NINGUÉM DESCONFIAVA – Traficantes transportavam cocaína em  carros fúnebres e dentro de caixões

Traficantes levavam drogas dentro de caixões, mas acabaram sendo descobertos pea PRF

Nesta segunda-feira (5) policiais do Rio de Janeiro, em colaboração com agentes de Minas Gerais, prenderam um homem identificado como o segundo em comando na hierarquia da facção criminosa conhecida como PCV, o Primeiro Comando de Vitória. De acordo com as investigações, o grupo liderado por Simão Timoteo de Oliveira, 28 anos, fornecia drogas para traficantes na região de Governador Valadares, no interior de Minas Gerais. Eles chegavam a usar carros funerários e caixões para transportar a cocaína e evitar a detecção pelas autoridades. A operação teve envolvimento das polícias Federal, Civil e Militar.

ORGULHO

Noruega: O país é considerado um bom lugar para se viver a aposentadoria

Uma pesquisa listou os melhores países para se aposentar e ter mais qualidade de vida, longe dos problemas e perto da natureza. De acordo com o Índice Global de Aposentadoria de 2023, a Noruega ficou em primeiro lugar. Completando o pódio, vem a Suíça em segundo e Islândia em terceiro. O Brasil não ficou no top 10. No relatório, nosso país ocupa a posição 43 – penúltimo lugar – ficando à frente apenas da Índia. Tem que melhorar Brasil. Veja o ranking:

1 – Noruega
2 – Suíça
3 – Islândia
4 – Irlanda
5 – Luxemburgo
6 – Holanda (Países Baixos)
7 – Austrália
8 – Nova Zelândia
9 – Alemanha
10 – Dinamarca

43 – Brasil

VERGONHA

Ato falho: Joe Biden chamou Macrom de Mitterrand, o presidente francês que morreu há 30 anos

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, confundiu seu contraparte da França, Emmanuel Macron, com o ex-presidente francês François Mitterrand, falecido há quase 30 anos, em um discurso de campanha compartilhado nas redes sociais. Durante um evento em Las Vegas no domingo (4), o líder americano de 81 anos relatou uma anedota sobre a reação de Macron a um discurso durante uma reunião do G7 em 2020. Além de errar o nome do governante francês, Biden também se confundiu quanto à sua nacionalidade, embora tenha se corrigido imediatamente.

— Eu disse: 'Os Estados Unidos estão de volta'. E Mitterrand da Alemanha, quero dizer, da França, olhou para mim e disse: 'Sabe, o que, por que, por quanto tempo está de volta?'".

Mitterrand foi presidente da França de 1981 a 1995 e morreu em 1996. Macron governa o país desde 2017.


Publicidade TCE
Publicidade UEA
Publicidade CMM

Mais Recentes