Ir para o conteúdo
Dito & FeitolulaisraelgazaCharges

Dito & Feito: LULA PODE TER EXAGERADO?

Mas o genocídio em Gaza que mata crianças é tão cruel e tão desumano quanto os crimes nazistas

Charge de Mário Adolfo

A mídia condena Lula pela declaração que fez ao comparar o genocídio que o primeiro ministro vem impondo à faixa de  Gaza com o holocausto.  O presidente pode até ter exagerado, mas não mentiu. Em nenhum momento o presidente brasileiro    menosprezou a tragédia do povo judeu, que estarrece o mundo até hoje. Ao contrário, como cita Miguel Rosário, em artigo no Fórum,  “Lula falou mal de Hitler. Lula lembrou que Hitler matava judeus. Lula lembrou que Hitler era tão desumano, tão cruel, que lembramos dele ao ver a matança de crianças em Gaza. O que Israel está fazendo não tem desculpa”, escreveu o jornalista. Para quem condena a declaração de Lula, seria bom analisar primeiro o que o presidente de fato disse, esquecendo um pouco o furor da mídia. É preciso que a fala seja lida sem tirar a frase polêmica do contexto.

(...) Quando eu vejo o mundo rico anunciar que está parando de dar contribuição para a questão humanitária aos palestinos, eu fico imaginando qual é o tamanho da consciência política dessa gente? E qual é o tamanho do coração solidário dessa gente, que não está vendo que na Faixa de Gaza não está acontecendo uma guerra, mas um genocídio! Porque não é uma guerra entre soldados e soldados. É uma guerra entre um exército, altamente preparado, e mulheres e crianças.

Estado palestino

“Olha, se teve algum erro nessa instituição que recolhe dinheiro, puna-se quem errou, mas não suspenda a ajuda humanitária para um povo que está há quantas décadas tentando construir o seu Estado”.

“O Brasil não apenas afirmou que vai dar contribuição — eu não posso dizer quanto porque não é o presidente que decide, é preciso ver quem é que cuida disso no governo, para saber quanto é que vai dar

— como o Brasil disse que vai defender na ONU a definição do Estado palestino ser reconhecido definitivamente como Estado pleno e soberano”.

Parar de ser pequeno

“É importante lembrar que em 2010 Brasil foi o primeiro país a reconhecer o Estado palestino. Eu preciso parar de ser pequeno quando a gente tem que ser grande”– , continuou o presidente.

Onde entra Hitler

“O que está acontecendo na Faixa de Gaza com o povo palestino não existe um nenhum outro momento histórico. Aliás, existiu, quando Hitler resolveu matar os judeus. Então não é possível que a gente possa colocar um tema tão pequeno”, comparou Lula..

Onde está a ofensa?

Neste trecho, Lula ofendeu o povo judeu ou condenou o holocausto praticado pela besta fera que foi Hitler?

É claro que ao fazer a comparação com o nazista, Lula   condenou sim a carnificina que vem sendo praticada pelos ataque israelenses, que não pune apenas os terroristas do  Hamas, mas mata, indiscriminadamente e sem piedade,  crianças, velhos, mulheres e pessoas inocentes que não têm nada  a ver com o conflito.

Quem vai restituir a vida?

Lula disse mais:

“Você deixar de ter ajuda humanitária. Quem vai ajudar a construir aquelas casas que foram destruídas?  Quem vai restituir a vida de 30 mil pessoas que já morreram? 70 mil que estão feridos? Quem vai devolver a vida das crianças que morreram, sem saber porque estavam morrendo? Isso é pouco para mexer com o senso humanitário dos dirigentes políticos do planeta?"

Ao lado da história

Em seu artigo, Miguel do Rosário chama a atenção para o fato de que há uma “tragédia anunciada”.

Para ele, ao subir o tom contra Israel, “Lula se colocou do lado correto da história”.

A reação de Israel é apenas cínica. Se há quem vulgurize o holocausto e o antissemitismo, é o atual governo de Israel e seus áulicos, que agora parecem querer jogar a pecha de antissemitas em qualquer um que se ponha contra a barbárie que eles estão promovendo em Gaza” – escreve.

O tempo tem a resposta

Para finalizar, o jornalista acerta em cheio ao dizer que não vê nenhuma "perda" nem para Lula nem para o Brasil, por uma razão simples:

“O fluxo de notícias alarmantes vindo de Gaza, a inundação de vídeos e fotos do drama humanitário nas redes sociais, que só tende a aumentar nos próximos dias, dará cada vez mais razão a cada dia que passa.

Parque Encontro das Águas

Wilson inaugura via que leva ao Parque Encontro das Águas, projeto de Serafim quando prefeito

O governador Wilson Lima entregou, nesta segunda-feira (19), totalmente recuperada, a rua Desembargador Anísio Jobim, localizada no bairro Colônia Antônio Aleixo, zona leste de Manaus.

*

A via beneficia o tráfego de veículos pesados na área e vai incentivar o turismo, pois dá acesso ao futuro Parque Encontro das Águas, obra em execução pela Prefeitura de Manaus.

Símbolo turístico

A obra inaugurada pelo governador é fruto de emenda parlamentar do ex-deputado estadual e atual secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), Serafim Corrêa, com investimentos de R$ 4,4 milhões.

*

— Essa via é importante para a atividade econômica e a gente já pavimenta, literalmente, o caminho para uma das mais importantes atrações turísticas da cidade de Manaus, que é o parque que está sendo construído pela prefeitura e é o melhor ponto terrestre de observação do Encontro das Águas, um dos nossos maiores símbolos turísticos –, destacou Wilson Lima.

Menina dos olhos de Serafim

O projeto do parque começou a ser idealizado pelo então prefeito Serafim Corrêa.

Segundo ele, aquela é   uma parte da cidade que a população não conhece, mas que tem visão privilegiada do Encontro das Águas e que, com a rua entregue pelo Estado, cria-se um novo caminho para turismo e o desenvolvimento econômico.

*

— Essa obra representa muito para a cidade, para o desenvolvimento e para a sua economia. Em primeiro lugar, porque permite um acesso melhor, mais seguro aos inúmeros portos aqui da região.

Projeto de Niemeyer

Serafim também lembrou que a nova via abre a porta de entrada ao Parque Encontro das Águas, projeto do Niemeyer e o lugar mais bonito de Manaus em termos de beleza natural”, afirmou Serafim Corrêa.

Abrem-se as cortinas

Restauração deixa Teatro Amazonas com cheirinho de novo

Quem foi ao teatro Amazonas no fim de semana, teve a agradável surpresa de assistir, no telão, cenas da restauração feita na casa de ópera.

*

Entre o final do mês de dezembro de 2023 e durante o mês de janeiro de 2024, o Teatro Amazonas esteve fechado para passar por diversos serviços de manutenção, conservação e restauro.

Teatro renovado

Tudo para que o Teatro Amazonas retomasse as suas atividades em 2024 completamente renovado e nas melhores condições possíveis para receber os espetáculos e o público.

Cheirinho de novo

Entre os serviços realizados – alguns não eram executados há décadas –, estão a limpeza, recomposição cromática e proteção com verniz dos mascarões e brasão, na sala de espetáculos; limpeza e proteção da madeira das cadeiras da plateia.

*

Também na sala de espetáculos foi realizada a limpeza dos lustres e arandelas na área da plateia e o lixamento e proteção de piso com aplicação de verniz.

E a cúpula?

Só não foi informado se a famosa cúpula do teatro, o ponto mais charmoso da casa de espetáculo, foi lavado já que, com o tempo estava sendo encoberto de poeira (ou lodo).

ÚLTIMA HORA

TEM EXPLICAÇÃO PRA TENTATIVA DE GOLPE?  – Bolsonaro é intimado a depor na Polícia Federal

A Polícia Federal intimou Jair Bolsonaro (PL) a prestar depoimento nesta quinta-feira (22). O ex-presidente é alvo de investigação que apura uma trama golpista para mantê-lo no poder, mesmo com a eleição do presidente Lula (PT). Advogados do ex-presidente tentarão adiar o testemunho e devem apresentar uma petição ainda nesta segunda-feira (19) com o pedido.

Além de Bolsonaro, o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, e o ex-ministro e ex-candidato a vice-presidente, general Walter Braga Netto, foram intimados a prestar depoimentos, que deverão ocorrer entre quinta e sexta-feira (23), no âmbito da mesma investigação.

*

O ex-presidente já foi condenado pelo TSE por ataques e mentiras sobre o sistema eleitoral e é alvo de diferentes outras investigações no STF (Supremo Tribunal Federal). Neste momento, ele está inelegível ao menos até 2030.

ORGULHO

Ryu, de Tóquio, se emociona ao encontrar com Alceu Valença, seu ídolo

Não existem barreiras para a música. Um japonês, que aprendeu português com o sotaque de Recife, realizou um sonho de vida e conheceu seu ídolo: Alceu Valença. O homem ficou muito emocionado. Ryu, de Tóquio, viralizou no TikTok depois que foi entrevistado por um brasileiro. Ele é 100% japonês, mas aprendeu português depois de trabalhar com brasileiro em uma churrascaria em Tóquio. O rapaz já havia contado que era fã de Alceu e como ele estava na cidade para o Carnaval, recebeu um convite da prefeitura de Recife. Ele não sabia que iria encontrar o ídolo e quando viu Alceu bem na sua frente, não acreditou! “Eu to quase chorando de emoção. To tremendo aqui”, disse o rapaz.

VERGONHA

Manaus vira manchete, novamente, mas de forma negativa. Circula na rede um vídeo onde uma mulher aparece sendo enforcada em uma rua do bairro Armando Mendes, Zona Leste de Manaus. O momento foi filmado pelas frestas de um portão por uma testemunha e o vídeo repercutido nas redes sociais neste domingo (18). As imagens mostram um homem gritando com a vítima, que estava sentada acuada em uma calçada. Posteriormente, ele agride a mulher com um soco no rosto e depois enforca a mulher até ela desmaiar. No entanto, a maior vergonha é que depois de quase morta ela foi às redes defender o parceiro e dizer que “aquilo foi só uma briga de casal”.

Publicidade TCE
Publicidade CIESA
Publicidade UEA

Mais Recentes