Ir para o conteúdo

Dito & Feito – Marketeiro fantasma analisa pesquisas em Manaus

Marketeiro diz que há dois blocos de candidatos empatados para Prefeitura de Manaus. Confira a análise dele.

Charge de Mário Adolfo.

Ernesto Philemon, o martketeiro fantasma que é  informante secreto da coluna Dito&Feito, saiu em defesa de seus colegas de profissão garantindo que não existe picaretagem ao menos nas 12 pesquisas sobre a eleição para prefeito de Manaus  publicadas até aqui.

—  Os números estão muito próximos, não dá para ficar afirmando que a empresas estão “vendendo”, não tem como dizer isso –, atesta o velho homem de estatística.

Segundo a análise do marketeiro, as pesquisas – à exceção da Innquest e Listening, que já foram impugnadas –,  apontam um empate técnico entre o pré-candidato Amom Mandel (Cidadania) e o prefeito David Almeida (Avante), candidato à reeleição.

— Em média, todas as empresas apontam, o  empate técnico com uma diferença irrelevante de  1%. E, consequentemente, os números mostram uma certa lógica entre Alberto Neto (PL), Roberto Cidade (UB) e Marcelo Ramos (PT).

— As diferenças entre as pesquisas elas estão,  vamos imaginar em torno de 5%. Tirando um caso ou outro,  podemos encontrar uma certa discrepância.

— Qual? –, pergunta o redator de D&F.

— Eu tenho percebido – responde Philemon –,   e não vou fazer julgamento de mérito, que pode   ter viés,  um certo “inchaço” no desempenho de Roberto Cidade, quando colocam ele muito próximo e até na frente de Alberto Neto.  E aí isso não existe, mas não existe mesmo!

Fora do jogo

Para o marketeiro fantasma, essa “forçação de barra”  é  uma tentativa de manter a candidatura  de Roberto Cidade e tentar desidratar a candidatura do afilhado de Bolsonaro, forçando o máximo para tirá-lo da disputa.

— Mas se o Alberto Neto ficar até final da disputa, o Roberto está fora do jogo.

Só um desastre

Para o velho homem de estatísticas, diante desse quadro, provavelmente Amom Mandel vai se dar bem.

— Só um desastre tira ele do segundo turno. E desastres acontecem, né?

Intervalo de confiança

Sobre a troca de farpas entre os candidato de que tem empresa de pesquisa “fabricando” números de intenção de votos para turbinar seus candidatos, Philemon observa que a diferença entre uma e outra é de 5% e a margem de erro da maioria das pesquisas é  de 3%,

*

— Aí existe uma palavrinha chamada “intervalo de confiança”, que é a soma da margem de erro. Se a margem de erro  da maioria das  pesquisas está em torno de 3%,  3 +  3= 6. Então, eu tenho 30 –  máxima de 33 e a mínima de 27. Essa distância dá 6 que  é o intervalo de confiança.

Interseção ente candidatos

No “intervalo de confiança”, continua Ernesto Philemon, todas as pesquisas  têm interseção entre o desempenho de um candidato de outro.

— Na grande maioria dos  quadros  tem interseção. Acho que temos que esperar  um pouquinho  mais para ver se aparece algum estudo fora do padrão.

Em Parintins, cuidado!

Antes de adquirir pacotes para o 57º Festival de Parintins, o consumidor fique atento às condições gerais do serviço, como formas de pagamento, políticas de cancelamento e reembolso.

O bom conselho é do Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-AM).

Venda casada

Conforme o diretor-presidente do Procon, Jalil Fraxe, o turista precisa estar atento para evitar condutas abusivas aos direitos do consumidor, que configurem venda casada de passagens aéreas, fluviais e demais serviços para o Festival de Parintins 2024.

Grande de gaúcho

Em entrevista à Rádio Gaúcha, o senador Hamilton Mourão (Republicanos-RS) respondeu a questionamentos sobre não ter viajado ao Rio Grande do Sul durante as enchentes históricas que atingem o estado desde o final de abril.

*

— Não sou executivo. Não tenho a missão de ficar me deslocando do ponto A para o ponto B –, afirmou.

Não sou vereador

Mourão jogou a responsabilidade pela assistência à população no colo dos vereadores.

— O vereador é o homem da comunidade. Logo depois você tem o deputado estadual, o deputado federal e o senador. O senador representa o estado como um todo, e não apenas a comunidade localizada –, defendeu.

Justo Veríssimo vive

O general Mourão, que aprendeu direitinho com o chefe quando foi vice-presidente do imbrochável Bolsonaro, lembra muito bem aquele personagem de Chico Anysio, no programa de humor Cico City.

*

Refiro-me a Justo , que representava fielmente os políticos à época, sobretudo os 'coronéis' da política nordestina.

E com uma sinceridade dilacerante, sempre dizia:

— Odeio os pobres; quero mais é que explodam! –, lembram?'

Dino na mira bolsonarista


Os bolsonaristas não dão sossego. O ministro Flávio Dino mal chegou ao Supremo Tribunal Federal (STF) e já é alvo de um pedido de impeachment que tramita no Senado.

*

Dino tomou posse em 22 de fevereiro deste ano e já tramita na Casa uma denúncia por crime de responsabilidade após ele ter tomado uma decisão no Supremo que beneficiou diretamente seu ex-grupo político no Maranhão.

Bolsonarista magoado

É claro que o pedido de impeachment é de autoria de um bolsonarista, o deputado estadual Yglesio Moyses, que também não se conforma de ter perdido a eleição.

*

Para ele, houve desvio de finalidade na decisão e que o ministro Dino exerceu função político-partidária.

ÚLTIMA HORA

PARANÁ PESQUISA – Lula vence todos os candidatos da extrema-direita em 2026, aponta pesquisa


Levantamento do Paraná Pesquisas divulgou nesta sexta (24)  cenários de uma eventual disputa entre o presidente Lula, Michelle Bolsonaro e Tarcísio de Freitas. O petista aparece como vitorioso nas eleições de 2026 se concorresse com a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro e o atual governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, ambos de extrema-direita. Segundo levantamento do Paraná Pesquisas, divulgado nesta sexta-feira (24), Lula aparece à frente de Michelle Bolsonaro com 36,6% das intenções de voto, ante 33% da ex-primeira-dama. Contra Tarcísio, Lula venceria com 36,9% das intenções de voto, ante 25,6 pontos percentuais marcados pelo governador de SP.

*

O levantamento baseou-se em 2.020 entrevistas em 26 estados e Distrito Federal e em 160 municípios brasileiros. Os dados foram coletados entre os dias 27 de abril e 1º de maio. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%.

ORGULHO

Rebeca Andrade: "Eu nunca imaginei que poderia ser Barbie"!

A ginasta brasileira Rebeca Andrade foi uma das nove atletas do mundo escolhidas para inspirar a nova coleção da boneca da Barbie. As informações são do Só Notícia Boa.

A Mattel anunciou a novidade para homenagear as estrelas do esporte e mostrá-las como modelos antes dos Jogos Olímpicos de Paris. As bonecas ganharam uniformes idênticos aos da atleta e acessórios feitos sob medida. Tudo isso para que o brinquedo ficasse o mais realista possível. No Instagram, Rebeca comemorou a novidade. “Eu nunca imaginei que poderia ser Barbie! “É uma honra ter sido escolhida ao lado de nomes tão grandes no esporte como Venus Williams para ser homenageada como Role Model no aniversário de 65 anos da Barbie”.

VERGONHA

Mesmo tendo o mandato poupado pelo STF, Sérgio Moro continua exalando ódio e ameaçado s adversários políticos. Saiu do julgamento ameaçando Lula e prometendo acabar com o PT. Por conta disso levou uma no olho, do  ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes. Mesmo s endo atacado várias vezes pelo ex-juiz da Lava Jato, Gilmar manifestou seu apoio ao senador em relação ao julgamento, no encontro que os dois tiveram antes da sessão:

— Torço para que continue no Senado. Ao contrário do senhor, não persigo ninguém –, detonou Gilmar.

O encontro ocorreu antes do julgamento no TSE, onde Moro foi absolvido por unanimidade em ação movida pelo PL e pelo PT. Mesmo assim, continua raivoso.

OUTRAS PALAVRAS

“Num casamento, o importante não é a esposa, é a sogra. Uma esposa limita-se a repetir as qualidades e os defeitos da própria mãe” (Nelson Rodrigues)
Publicidade ENEVA
Publicidade ATEM
Publicidade TCE
Publicidade BEMOL
Publicidade UEA

Mais Recentes