Ir para o conteúdo

'VOU LIBERTAR A PREFEITURA!' – Amom vem pesado pra cima de David Almeida

Amom Mandel avisou de cara que a prioridade de seu plano de governo é “libertar a prefeitura” com um choque de gestão e redefinição das prioridades.

Charge de Mário Adolfo

Com pelo menos quatro candidatos já confirmados – David Almeida (candidato á reeleição), Roberto Cidade (PSD),  deputado Alberto Neto (PL), Coronel Menezes (PL ),  e agora o deputado Amon Mandel (Cidadania), a campanha para prefeito de Manaus, vai pegar fogo.

Os componentes que vão tornar as eleições disputadíssimas já estão à mesa. David está com a máquina na mão, Cidade terá o apoio do governador Wilson Lima – que está bem na foto –, Alberto propaga que está eleito porque que é o maior amigo do imbroxável Jair Bolsonaro (PL), Coronel Menezes contesta e alega que ele sim é o verdadeiro compadre do inelegível e  Amom, nos frescor de seus  23 aninhos e  com a bandeira do novo, vem contra tudo isso que está aí.

“Libertar a prefeitura”

Pra começo de conversa, ao  lançar sua pré-candidatura na manhã desta sexta-feira  (23),  Amom Mandel avisou de cara  que a prioridade de seu plano de governo é  “libertar a prefeitura” com um choque de gestão e redefinição das prioridades.

*

— A prioridade não será mais a pintura e obra de fachada, mas sim investir forte na educação, saúde e projetos sociais que melhorem, de fato, a qualidade de vida do nosso povo”, explicou.

Baixou o cacete

Sem papas na língua, o deputado e futuro candidato a prefeito fez duras críticas à atual administração da prefeitura.

Ele acredita que atualmente no executivo municipal tem um “sistema apodrecido”, no qual grupos corruptos se instalaram, têm desviado recursos e são investigados pela Policia Federal.

*

— Vou libertar a Prefeitura da família Almeida e entregar novamente ao cidadão os seus direitos: de ter uma casa própria, da mãe de colocar os filhos na creche e até mesmo do aluno de ter uma educação de qualidade, uma merenda saudável.

Gastos públicos

Amom promete meter a tesoura nos gastos públicos para sobrar dinheiro que será investido em  setores essenciais à população com a melhor aplicabilidade.

—Vamos reduzir drasticamente os gastos públicos, combatendo de forma implacável a corrupção e o desperdício. Vamos fazer um choque de gestão, redefinir prioridades dentro da Prefeitura.

Já está incomodando

Amom ainda nem é candidato de fato e já anda incomodando adversários. É o caso do amigo de Bolsonaro, Capitão Alberto, que anda falando cobras e lagartos do colega deputado.

Carteirada

No episódio em que Amon foi parado numa blitz, Alberto andou cutucando o rapaz.

—Amom tentou contornar a abordagem com uma “carteirada”.

Mal intencionado

Ficou claro que a intenção de Alberto Neto era vender a imagem de Amom como um “ infrator” que não respeita a polícia.

— Se a polícia abordar pode ser juiz, advogado, deputado, o que for, tem que obedecer – alfinetou o deputado de extrema direita.

Olha quem fala

Agora quem fala?

Lembram que numa dessas campanhas passada o capitão Alberto Neto sacou uma pistola e apontou para um cidadão?

Cena de cinema

Foi no dia 7 de julho de 2020, durante a campanha onde o candidato bolsonarista que disputava  a prefeitura de Manaus pelo Republicanos.

O decidiu sacar a sua arma na frente dos fotógrafos e cinegrafista para conter “um  bandido”.

*

Isso foi o disse sua assessoria de imprensa. Mas até hoje nada ficou provado se o rapaz era, de fato, um assaltante.

Menezes também é imbroxável

Agora quem não terá vida fácil nessa campanha é o coronel Menezes, o compadre  do Bolsonaro.

Expulso do PL depois de chamar Alberto de “ judas” , abandonado pelo compadre – que parece preferir Alberto Neto –, e com uma multa eleitoral no valor de R$ 53.205 mil no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), Menezes nem sabe que rumo tomar.

*

E  sustenta que é candidatíssimo  prefeito com o apoio do compadre imbrochável;

Cartão amarelo

Ao menos a  expulsão Menezes conseguiu reverter, por enquanto,  e está de volta ao  seu ninho de direita.

A expulsão foi suspensa por ordem da juíza da 18ª Vara Cível e de Acidentes de Trabalho, Comarca de Manaus, Kathleen dos Santos Gomes.

Omar cobra punição...

Em entrevista ao canal UOL News, o O senador Omar Aziz (PSD) cobrou a punição para aqueles aos empresários do Amazonas que financiaram atos golpistas em frente ao Comando Militar da Amazônia (CMA).

*

O acampamento se arrastou por vários meses depois da derrota de Jair Bolsonaro (PL) nas eleições de 2022.

... empresário golpistas!

Omar meteu o dedo na ferida e cutucou que muitos empresários levaram alimentos para manifestantes que ficaram acampados na frente do CMA.

General conivente

Aziz também cobrou punição para o então Comandante do CMA, general Achilles Furlan Neto, que segundo ele foi conivente com as manifestações golpistas em frente ao quarte do comando.

*

— O CMA é o maior comando do Exército, chefiá-lo é motivo de orgulho. Mas eu alertei que o general na época foi conivente com os golpistas –, arregaçou o senador.

Navegar é preciso

O balanço da temporada de turismo 2023-2024 em Manaus é positivo. No período de outubro de 2023 a fevereiro de 2024 chegaram nada menos que oito navios transatlânticos com 8.107 turistas e 3.835 tripulantes.

*

Isso gerou um aquecimento  na economia, que recebeu injeção de R$ 64,8 milhões em receita de turistas e despesa portuária.

Que venha mais

A Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) garante que até o fim da temporada, em abril deste ano, o valor deverá superar R$ 138 milhões.

Marcola quer sair

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) marcou para o próximo dia 27 de fevereiro o início do julgamento do habeas corpus (HC) que pede a anulação de todo o processo que levou à condenação do líder máximo do PCC, Marcos Willians Herbas Camacho, o “Marcola”, a 152 anos de prisão.

Carandiru

A sessão ocorrerá em plenário virtual do STJ e tem previsão de durar 7 dias.

O 2º Tribunal do Júri de São Paulo condenou Marcola, em março de 2013, a 160 anos de prisão pela morte de oito presos durante rebelião na Casa de Detenção São Paulo (Carandiru), em 2001.

Ajudante de ordens de Jair...

Coronel do Exército Marcelo Costa Câmara, ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro (PL), ficou em silêncio no depoimento à Polícia Federal (PF), nesta quinta-feira, 22, mesmo querendo falar, segundo a defesa dele.

Nesta sexta-feira, 23, um pedido de novo depoimento foi encaminhado ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

...Vai contar tudo!

Conforme o pedido para prestar novo depoimento feito pela defesa de Câmara, o investigado tem intenção "de colaborar com as investigações e com a correta elucidação dos fatos, respondendo a todas as perguntas possíveis". Ainda segundo a nota, um pedido pela liberdade provisória de Câmara aguarda apreciação desde o dia 14.

ÚLTIMA HORA

General pertencia às Forças Especiais “Kids Pretos” que estava pronta para dar o golpe de estado

Único investigado por tentativa de golpe de Estado a depor à Polícia Federal (PF) em Fortaleza (CE) nesta sexta-feira (23), o general Estevam Theóphilo Gaspar de Oliveira integrou o Alto Comando do Exército até novembro de 2023. De acordo com as investigações, Teóphilo integrava o núcleo de oficiais de alta patente que tramavam para manter o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) no poder.

Então à frente do Comando de Operações Terrestres (Coter), o general seria o responsável por acionar militares das Forças Especiais, os chamados “kids pretos”, para garantir a concretização do golpe. Kids pretos” é o nome dado aos militares formados pelo Curso de Operações Especiais do Exército Brasileiro, treinados para atuar em missões sigilosas e em ambientes hostis e politicamente sensíveis.

*

O grupo teria a missão de prender o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), “assim que o decreto presidencial fosse assinado”, segundo investigação da PF.  O relatório da PF aponta que o general Theóphilo teria concordado com um golpe desde que Bolsonaro assinasse a medida. O oficial teria se reunido com o ex-presidente no dia 9 de dezembro de 2022 no Palácio do Alvorada para tratar sobre o suposto golpe.

ORGULHO

Uma réplica do foguete Saturno V vai estar no parque de Camboriú

Os brasileiros poderão visitar, em breve, um parque todo montado com itens 300 itens originais da NASA, a renomada agência espacial dos Estados Unidos. O local  escolhido para a instalação do Space Adventure foi a cidade Balneário Camboriú,  no  litoral norte de Santa Catarina, Balneário terá o Space Adventure. De acordo com o portal SóNotíciaBoa, o empreendimento tem como destaque, uma réplica do imponente foguete Saturno V, com 40 metros de altura. Além de exibir peças autênticas direto da NASA, o complexo também vai proporcionar uma experiência imersiva educativa sobre a exploração espacial

VERGONHA

Bolsonaro traçou nos últimos dias planos de voltar à Paulista no próximo domingo, 25, em manifestação convocada por ele, mas em circunstâncias completamente diferentes. Após a derrota para Lula, ele passou a enfrentar uma série de problemas judiciais. Ficou inelegível por decisão do TSE e agora é alvo principal de uma investigação sobre uma tentativa de golpe. Mesmo assim convocou o ato para hoje, onde pode repetir o que já fez em outras manifestações: atacar a democracia. Bolsonaro já fez isso no verão passado. No episódio mais grave, em 2021, discursando raivoso em cima do palanque, xingou Alexandre de Moraes, ministro do STF, e ameaçou não respeitar mais as decisões da Corte. No ano seguinte, voltou à carga. Citando o golpe militar de 1964, afirmou que a história poderia se repetir. A multidão de apoiadores que acompanhava o evento em êxtase trazia faixas pedindo a volta da ditadura e montagens com integrantes do Supremo dentro de caixões. Mas hoje, com certeza,  a história será diferente.

Publicidade TCE
Publicidade CIESA
Publicidade UEA

Mais Recentes